Consórcios E Financiamento De Imóveis - Veja E Compare

Publicidade

Caso esteja se organizando para conseguir comprar a sua casa própria, saiba que existe apenas dois caminhos para seguir. Ou seja, os consórcios ou financiamentos de imóveis. Vale lembrar, que as regras entre essas duas opções podem mudar muito. No entanto, possuem algumas semelhanças. Por exemplo, pagamento de parcelas todo mês durante um longo tempo.
Publicidade

No entanto, por se tratar de um negócio por um longo tempo, é muito importante que faça a melhor escolha para sua vida. Para que fique por dentro de tudo sobre o assunto e consiga entender mais sobre as diferenças entre consórcios de imóveis e financiamentos. Separamos nesse artigo diversas informações para que compare consórcios e financiamentos de imóveis.

Consórcios X Financiamentos

Consórcios e Financiamento De Imóveis - Veja e Compare

1-Financiamento de imóveis

De modo geral, quando um banco financia a compra de um imóvel para um cliente. Ele faz o pagamento de parte do valor á vista para o dono do imóvel. Assim seu cliente vai ficar com uma dívida a ser paga com taxas de juros durante alguns anos. Contudo, parte desse valor fica pago por parte do cliente, o que o banco chama de entrada. Vale lembrar que esse valor costuma ser exigido para que os bancos liberem o pedido de financiamento de imóvel.

Publicidade

Sendo assim, para aprovar a linha de crédito, o banco faz um processo chamado de análise de crédito. Esse processo é feito para que consiga avaliar as reais condições do interessado em pagar as parcelas pelo financiamento. Assim, caso recebe aprovação por parte do banco vai ter que pagar a entrada e parcelas com taxas de juros. Então tenha em mente que o valor final do imóvel será bem mais caro com os financiamentos. Vale lembrar, que se o cliente deixar de pagar as parcelas pelo crédito liberado, o banco pode acabar tomando o imóvel.

2- Consórcios de imóveis

Nos consórcios, as pessoas que desejam comprar um imóvel entram em um grupo de pessoas organizado por uma empresa administradora. Assim, começam a pagar pelas parcelas todo mês para essa empresa. Desse modo, quando a soma das parcelas atinge o valor do imóvel que os membros do grupo desejam comprar. Um dos membros é sorteado para ter acesso a carta de crédito para comprar o imóvel. Vale lembrar que todos os consorciados que fazem os pagamentos todo mês em dia tem o direito de fazer parte dos sorteios feitos todo mês. E ainda podem fazer lances para obter de forma antecipada a carta de crédito. No entanto, nesses casos as pessoas que derem o maior lance podem levar a carta de crédito para compra do imóvel naquele mesmo mês.

Publicidade

Em geral, as parcelas pagas pelo consórcio de imóveis não possuem taxas de juros como as que podemos ver nos financiamentos. Mas o consorciado ainda precisa pagar por uma taxa de administração da empresa, que ainda sim ficam mais baratas do que as taxas dos bancos. Portanto, com os consórcios de imóveis, vai pagar bem menos do que um financiamento para obter a sua casa. Também, nos consórcios os imóveis são usados como garantia pelas administradoras. Então, caso deixe de pagar o valor das entradas pode acabar tendo o seu imóvel tomado. Então, pagar o valor das parcelas todo mês em dia é algo essencial.

Consórcios e Financiamento De Imóveis - Veja e Compare

Qual a melhor opção para comprar um imóvel?

Sem dúvidas, a melhor opção vai depender da situação de cada um na hora de comprar um imóvel. Isso porque, as pessoas que desejam um imóvel para sair do aluguel ou precisam com mais urgência devem optar pelos financiamentos. Isso porque, com essa linha de crédito pode mudar para seu imóvel sem que precise esperar pelos sorteios dos consórcios. No entanto, tenha em mente que ainda vai precisar pagar os valores de entrada exigidos pelos bancos para contratar um financiamento.

Porém, se não tiver pressa em comprar o imóvel, a melhor opção vai ser os consórcios. Embora não tenha muitas garantias de ser sorteado com rapidez no consórcio. É possível dar lances para que consiga obter a sua carta de crédito de forma mais rápida. Sendo assim, quando somar no fim das contas, vai perceber que gastou bem menos do que em um financiamento devido ao fato de não ter que lidar com as taxas de juros para financiar um imóvel em bancos.

Taxas do Consórcio e Taxas de juros dos Financiamentos

Os financiamentos fazem cobranças de taxas de juros aos clientes, já os consórcios cobram uma taxa de administração sobre o valor das parcelas. De modo geral, as duas opções fazem com que o valor da dívida acabe aumentando. No entanto as taxas dos consórcios costumam estar bem mais baratas do que os juros dos bancos. Porém, deve analisar a todos os custos que são cobrados nas duas opções além dos juros e taxas de administração para evitar surpresas ruins.

Embora não exista uma taxa de adesão dos consórcios. As empresas administradoras podem cobrar um valor mais alta nas primeiras parcelas para poder cobrir alguns gastos do grupo de consorciados. E também para pagar os representantes da empresa. Contudo, esse valor fica descontado do cliente no valor total da taxa de administração pelo consórcio. Ainda assim o valor das taxas dos consórcios ainda tornam-se menores do que nos financiamentos.

Relacionados

Comentário Fechado.

© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - 2022